Existe tolerância para pelos de Ratos no Extrato de Tomate?

Existe tolerância para pelos de Ratos no Extrato de Tomate?

Nas últimas semanas surgiram várias reportagens e textos que afirmavam que alguns lotes de embalagens de extrato de tomate estavam sendo retirados de comercialização e que o motivo para isto seria que estes alimentos continham pelo de roedor em limite acima do tolerado pela legislação.

ÍNTEGRA DA NOTA OFICIAL DA ANVISA

Lotes de extrato de tomate de cinco marcas são proibidos

"Quatro lotes de extrato de tomate e um de molho de tomate foram proibidos nesta quinta-feira (28/7) pela Anvisa por conterem pelo de roedor em limite acima do tolerado pela legislação. A proibição envolve a comercialização e distribuição dos produtos dos lotes reprovados. A identificação do pelo de roedor nos extratos de tomate e no molho de tomate foi feita pela Diretoria de Vigilância Sanitária de Santa Catarina. Os fabricantes deverão fazer o recolhimento dos estoques existentes no mercado."

Lista de extratos e molho de tomate proibidos

Nome do Produto Marca LoteValidade no RótuloFabricante Laudo 
Extrato de tomate AmoritaL076 M2P 01/04/2017 Stella D’Oro Ltda 236.CP.0/2016 
Extrato de tomate Aro002 M2P 05/2017 05/2017 197.CP.0/2016 
Extrato de tomate Elefante 032502 18/08/2017 Cargill Agrícola Sa  234.CP.0/2016 
Extrato de tomate Predilecta 213 23IE 03/2017 Predilecta Alimentos Ltda 195.CP.0/2016 
Molho de tomate tradicional Pomarola 03090331/08/2017 Cargill Agrícola Sa 233.CP.0/2016 

Saiba mais sobre recall de alimentos
A publicação da proibição dos extratos e molho está na edição de hoje do Diário Oficial da União, nas Resoluções 1.995, 1.996 e 1.997.
Fonte: http://portal.anvisa.gov.br/noticias/-/asset_publisher/FXrpx9qY7FbU/content/lotes-de-extrato-de-tomate-de-5-marcas-sao-proibidos/219201

EXISTE TOLERÂNCIA PARA PELOS DE ROEDORES NOS EXTRATOS DE TOMATES?

Por mais estranho que possa parecer a resposta é positiva, existe sim uma tolerância aceitável.

Em 2014 foi editada pela Anvisa(Agência Nacional de Vigilância Sanitária), uma resolução que trata exatamente deste tema(RESOLUÇÃO - RDC N° 14, DE 28 DE MARÇO DE 2014):

" Este regulamento possui o objetivo de estabelecer as disposições gerais para avaliar a presença de matérias estranhas macroscópicas e microscópicas, indicativas de riscos à saúde humana e/ou as indicativas de falhas na aplicação das boas práticas na cadeia produtiva de alimentos e bebidas, e fixar seus limites de tolerância."

No anexo 1 estão as informações sobre os limites de tolerância para matérias estranhas para vários tipos de alimentos, inclusive no que se refere a extrato de tomate.




Fonte: http://portal.anvisa.gov.br/documents/33880/2568070/rdc0014_28_03_2014.pdf/9a5267c3-848f-4c62-b305-e63f25d6118e

ESTA TOLERÂNCIA É UM PADRÃO INTERNACIONAL?

Foram consultados os sites oficiais dos órgãos FDA(Governo Americano), EFSA(União Européia) e Food Standards Agency(Governo Inglês), e não foram localizadas nenhuma norma ou resolução que demonstre que existe algum tipo de tolerância com pelos de roedores em extrato de tomate.

FDA(U S Food and Drug Administration) - Órgão do governo dos EUA que faz o controle dos alimentos
Existe tolerância para pelos ou partes de roedores em vários alimentos como Tomilho, Farinha de Trigo e Pipoca, mas não em extrato de tomate.

Fonte: http://www.fda.gov/food/guidanceregulation/guidancedocumentsregulatoryinformation/sanitationtransportation/ucm056174.htm




CONCLUSÃO


  • Realmente alguns lotes de algumas marcas fabricantes de extrato de tomate tiveram sua comercialização suspensa por estarem em desacordo com a RDC 14 da Anvisa, nestes lotes foram encontrados matérias estranhas como pelos de ratos em quantidade acima do permitido;
  • Existem sim limites de tolerância para matérias estranhas macroscópicas e microscópicas em alimentos e bebidas, inclusive abrangendo pelos de roedores em extrato de tomate, a resolução da Anvisa pode ser conferida na íntegra aqui;
  • Esta tolerância para pelos de ratos no extrato de tomate não é um padrão internacional  e não é seguida por outros órgãos de fiscalização no exterior.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.